sábado, 4 de dezembro de 2010

Ensino de Língua Portuguesa nos anos iniciais do Ensino Fundamental

O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: PROCESSOS DE APRENDIZAGEM EM SITUAÇÕES LÚDICAS.

MARTA MARIA SILVA DE FARIA WANDERLEY (UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - CAMPUS IX).
Esta comunicação trata da importância do lúdico no processo de ensino de Língua Portuguesa nas séries inicias, a partir de discussão de relato de experiência do curso de formação de professores: O Ensino da Língua Portuguesa nas Séries
Iniciais do Ensino Fundamental: processos de aprendizagem em situações lúdicas, promovido pela Universidade do Estado da Bahia – Campus IX – Barreiras–Ba, em parceria com a Prefeitura Municipal de Barreiras–Ba e com o Núcleo de Tecnologia Educacional. Partindo do princípio de que a preocupação com qualidade da educação, tanto em nível nacional quanto local é uma preocupação não somente dos profissionais envolvidos, mas da sociedade de modo geral, principalmente no que se refere à leitura e à escrita, nasceu a proposta de realização do referido projeto Consciente de que a concepção de “homo ludens” abarca a ludicidade como característica comum aos seres humanos, o lúdico é de suma importância para a vida humana e para o ensino da língua Portuguesa em especial. A formação trouxe como resultado a produção de projetos elaborados pelos próprios professores das séries inicias, interligando ludicidade e gêneros textuais no ensino de Língua Portuguesa. Acredita–se que o trabalho inovador, dinâmico e prazeroso nas séries iniciais, envolvendo as práticas sociais de leitura, através dos gêneros textuais e da ludicidade contribuirão para um ensino de qualidade. A partir desse trabalho, as crianças passaram a realizar as atividades que envolveram leitura e escrita com prazer e interesse, coisa que até então era considerada um enorme desafio para os professores. O lúdico, não é considerado aqui como método de ensino, mas como abordagem norteadora da prática docente, um facilitador do processo de aprendizagem da Língua Portuguesa. Enfim, pode–se afirmar que a ludicidade e os gêneros textuais possibilitam contextos favoráveis ao processo de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa.
REFERENCIAS
BRASIL.Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa: de 1ª a 4ª
série, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, 1997.
Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro02.pdf Acesso:
02/01/2009
DOLZ J.; NOVERRAZ M.; SHENEUWLY, B. Seqüências didáticas para o oral e
a escrita: apresentação de um procedimento. In: DOLZ J.; SHENEUWLY, B.
Gêneros orais e escritos na escola. Trad. Roxane Rojo e Glaís Sales
Cordeiro. São Paulo: Mercado de Letras, 2004.
HUIZINGA, Johan. Homo ludens.São Paulo: Perspectiva, 2004.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros Textuais: definição e funcionalidade. In:
Dionísio Paiva, MACHADO, Anna Rachel, Bezerra, Maria Auxiliadora. Gêneros
Textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005, p. 19 – 36.
ROJO, Roxane. Letramentos Múltiplos, escola e inclusão social. .São
Paulo:Parábola Editorial, 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário